DISTANCIA

Faço amor contigo a luz da lua
E o vento sopra em teus cabelos de ébano
Teu cheiro me acende e te quero outra vez mais...

Sempre me despedaço na hora do Adeus
Quero mais que tudo te levar comigo
E assim não viver de lembranças que tem
gosto de fel
Elas serão somente tuas minha doce amada

Não cruzarei teus olhos outra vez, nosso caminhos
São distantes, mas nos encontraremos pelas galáxias

Olhe para o céu quando seu amor doer, procure-me
na estrela que mais brilhar, eu estou nela e
velarei teu sono, e aspirarei novamente teu perfume


E perto ou longe sentirei teu desejo urgente de prazer
Virei a cavalgar os ventos, e tudo porque é meu desejo
Que vivas e sejas sempre feliz.

J. Sollo
Postar um comentário

Postagens mais visitadas