POEMA

Partem tristes os meus olhos
Para longe tão distante dos teus
No meu peito sufoco o amor 

Que é tanto que nem se ouve
O brado morno dos meus lábios 
Que não consegui reter


Assim fujo para bem longe
Onde distante não possa haver

Lembranças dos meus desencantos;
Sem sombra de mim ou de você

J. Sollo
Postar um comentário

Postagens mais visitadas