SOBRE A TAL FELICIDADE...

Como poderemos dizer adeus
Até que eu conheça o som de tua voz
A embalar meu adormecer?


Quero outro tempo pra sonhar
E viver os sonhos desse instante
As cadeias que algemam o coração
Eu digo não mais!

Minha alma é liberdade
Esculpida em gema de rocha indomavel
Com o vento viajo, estou em todo lugar
Sinta meu hálito unido ao teu
Cante através dele seu hino de amor

Ele que conta sobre a tal felicidade:
"Ela é uma doce senhora que nos tenta
Faz-nos as vezes algozes de nós mesmos
A correr extenuados sem achar direção

Quem quiser saber de mim, não me procure pelas ruas
Não me procure pelas praças, me procure nos sorrisos
Bem onde nasce o paraíso é ali que estarei"

J. Sollo
1 comentário

Postagens mais visitadas