FOREVER YESTERDAY

Fui além dos meus limites
Pra fazer uma poesia
de lágrimas e sangue
Agora perdido no tempo
Não sei se posso voltar


Parei no mundo a sua espera
Mas você passou por mim
Indeciso não sei se devo seguir


Chorei minhas lágrimas de dor
Por alguém que já me esqueceu
E hoje com olhos secos
Nem sei mais por quem chorei


Me iludi com essa vida
Pensando ser um mar de rosas
Mas o mar secou murcharam
as rosas...
E da vida prometida só colhi decepções.


J. Sollo
2 comentários

Postagens mais visitadas