ROSA


Perfume da noite, brilho que vem de você
Cores dos seus sonhos, que se refletem
No dourado dos seus cabelos


Que tem um jeito de menina moça
A castidade da inocência
Rosa que tem gosto de fruta madura
Cheiro de fêmea, decisão de quem sabe


Um verso é pouco pra definir você
Mas é muito pra dizer
Que você é o que acredita e o que precisa


Meu peito Deseja e Deseja-te
Quer bater No Compasso do teu
Minha linda menina, minha doce criança
Quero teu olhar sobre mim


Tão cheio de paz, ao mesmo tempo
Que carrega todas as perguntas do mundo
Com um jeito que diz: deixa cuidar de ti?
Ao mesmo tempo pede me protege...


Quer amor, aconchego do meu abraço 
Necessito do teu beijo
Rosa que perfuma meu caminho.


J. Sollo
4 comentários

Postagens mais visitadas