INSIGNE AMOR

Aprendendo a amar eu pensei
Em mil rimas de amor pra te dar
Eram só fantasias eu sei
Meus castelos e fadas no ar

Te ensinando a amar eu teci
Melodias, sons do universo em canção
Meu sorriso a brilhar para ti
Qual nascer de um lindo botão

Tu porém me ensinaste a sofrer!
O amargor desse fel me mostrou
No teu pérfido amor me fez crer


Hoje outro sol rebrilhou para mim
Renascido não sofro com as dores de então
Que brote insigne amor e traga alegria sem fim.


J. Sollo
Postar um comentário

Postagens mais visitadas