SAUDADE

Adoro ter-te nem que seja em tristes versos
eu aposto que posso te trocar uma lágrima por outro sorriso. Queria enfeitar tua trilha de flores pra que tua inspiração fosse luminosa e no entanto é triste

Como se fosse minha sombra  não pode jamais iluminar-se e  penumbra será teu quinhão. Ao afagar-te compreendo tua grandeza que não é de forma alguma mensurável. Pois o outro eu seria se de teu grado fosse e no entanto  "príncipe" tu me chamas.

Quisera ser ainda a inspiração em teus versos e todavia nem mesmo me encontro se desejo revelar-me. Sou vazio? E como poderia ser vazio um jardim de minusculas flores,que não é notado pelo tamanho porém pelo perfume se conhece.


Se teu folego eu tomasse com um beijo...Oh! ósculo maldito que fere a nós dois. Como poderia uma estrela ser alcançada por um elfo, talvez no mais profundo sonho em que nossos mundos distantes voltem a se tocar.

J.Sollo
2 comentários

Postagens mais visitadas