CRISTAL


CRISTAL

 Somos iguais, vemos nossa face fria
Ao nos fitarmos nesse sombrio cristal
O que o aquece são teus olhos
Incendeiam dentro de todo meu ser




Pra onde mesmo é que o vento sopra...
Quem poderá dizer assim o rumo
Desse sentimento que me toma inteiro
Me carrega pra você


Ao vislumbrar facetas desse amor
É como caleidoscópio louco de cores
É rosa, é carmim, é cinza e mudam
Sem desejar permissão


Naufraguei de vez na noite do teu olhar
Ele me traz um brilho de amantes
E lança perguntas tão certeiras
Que resposta alguma se eu desse
Poderia nesse momento o calar

E face a face nesse vidro
Nos iludimos ao divisar o amado
Pois vem mesmo de dentro da mente
O sentimento a arder tão real
J. Sollo



2 comentários

Postagens mais visitadas