FORO INTIMO

             FORO ÍNTIMO

Mil tique taques ressoam dentro de mim
E vão marcando meu descompasso
Meus desejos confusos, da solidão que leva tudo
Que desfaz dessa entrega, torna tudo utópico esperar

Que te importam minhas dores recentes
De onde tiro forças para carregar o madeiro
Todos os segredos que contigo dividi
Foram folhas secas de árvore morta
Sem chance de verdejar, não há seiva que a anime

Em meus olhos secos ainda reluz brilho tênue
Mas a ti não confessarei meus anseios
Se trata de mim, não mancharei tuas vestes alvas

Se porventura eu chorar algum dia
Que seja a esperança que me faça
Que torne a alegria que eu sentia
Que seja de amor daqueles que
florescem todo dia

E em teu remorso relembrarás o ócio
Que foi tua vida ao me deixares assim...

J. Sollo
1 comentário

Postagens mais visitadas